Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Apagas a luz do candeeiro pequeno
numa volta brusca como que procurando
arrefecer os calores do teu corpo
acabado de mudar de estado
por um amor que não queres
voltas ao frio dos gestos
à rigidez dos teus membros
desejando num ápice  apagar
uma fragilidade do teu ser
fazes sexo sem querer amor
as rotinas instalaram-se
enraizaram ficaste esfíngica
sobrevives em plasmas virtuais
em inimagináveis  redes sociais
distantemente insociáveis 
para onde vais ?

Emílio Casanova, in “Coisas do Coração”

Nenhum comentário:

Postar um comentário