Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

segunda-feira, 17 de março de 2014



e havia maria

e havia a taça de vinho tinto
entre a toalha de renda branca
e o brilho do teu olhar. lunar.

e havia tudo em emoção, naquele
doce palavrar. era de coração,
para coração ao som da música no ar.

e havia aquele arrastar envolvente. do jazz,
dando melodia ao ambiente. não parava de
te olhar.

e havia minha mente construindo
este ato, naquele lugar. por mais fantasia
que fosse. era lá contigo.

que queria estar.

emilio casanova, in "Só & Cia"


naquele lugar

e percebi que há mais primavera,
nos grãos de areia da praia. em suas dunas
de músculos de espuma. de manhã quando
me levanto. bem cedo.

e caminho por ela acariciando meus pés frios.
a solidão não me embarga a garganta,
a comoção não faz brilhar meus olhos.
a tua lembrança que me acompanha. sim.

sem querer viver outonos em primaveras
de sonhos. percebo que há mais vida nas palavras,
nas rosas vermelhas sem enganos. nos cravos
que alimentei na esperança durante anos. e anos.

chegam os dias de sol com sua doçura.
os perfumes e os cantos das aves que me guiam,
na luzidia claridade de novos dias,
são minha companhia. na permanência dos instantes.

março vai deixando abril chegar. nuvens vão
esfarelando o horizonte. trinados e risos
enchem o pátio. pergunto como chegar.
aquele lugar onde. sem defesas, sem rosas.

não sei voltar. ser pleno é mito. ser feliz é sonhar.

joaquim vairinhos, in "Só & Cia"