Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

domingo, 13 de novembro de 2011




Salvemos o amor

Já não há nada igual ao que era dantes.
Todos os dias acontecimentos nos ultrapassam velozmente,
tudo o que é simples esboroa sem darmos por isso.
Chovem notícias em profusão. Pouca vida têm
pela velocidade da corrente em turbilhão.
Tanto que temos para conhecer mais ignorantes vamos ficando,
ansiosos por não controlar  o tempo vamos adoecendo.
O mundo líquido dos nossos dias esvai-se em comunicação,
telemóveis  internetes  redes sociais,
em casa  no carro no trabalho.
Os dias não têm mais vinte e quatro horas. Valores não têm mais valor.
Acontecimentos e atos consistentes não têm espaço,
nem tempos seguros.
Tudo flui em voracidade daquilo que já foi.
É urgente salvar o amor.
A vida não pode ficar reduzida em solidão e dor.

Emílio Casanova

Nenhum comentário:

Postar um comentário