Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

quando maria vagueia nua pelos corredores
a casa vira galeria
transformam-se móveis cores adereços
secundarizam-se
leveza do seu andar leva seu corpo
levitando na pureza das suas curvas
mais esculpidas pela maravilha do amor
cabelos seios coxas nádegas aguardam
prazer da água que retempere
marcas esculpidas por noite de fervor
fecho os olhos guardando imagens
que pelo dia vão renovando o desejo
de voltar à mulher maria na sua candura
na  pureza do gesto madrugador
de vaguear pela casa espreguiçando-se
na nudez de esplendor

Emílio Casanova, in “Maria”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário