Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

domingo, 25 de março de 2012

Há pessoas que surgem
assim como se nasce
sem saber de onde
sem saber porquê,
acompanham-nos
vagueando parecendo
as fadinhas,
como Peter Pan.
De mansinho
vão penetrando
pelos poros da nossa pele
muitas vezes
sem compreendermos
a importância
que têm,
vão conquistando
um espaço que está livre
no nosso coração.
São persistentes
não desistem de chegar
à alma
buscam encontrar-se
na paz
da complementaridade
para abraçar
talvez, uma alma gémea
que existe...
sim,
existe na efemeridade
da nossa curta eternidade...
Bem hajas...
na fé sem dogmas
por me acompanhares
nas palavras
dos meus poemas.
Bem hajas..

Emílio Casanova, in "Maria"

Nenhum comentário:

Postar um comentário