Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

sexta-feira, 19 de julho de 2013





Coexistindo em turbilhão
na mente
quando se quer colocar na folha
nada ocorre
tudo escorre em branco
tudo se tem ausente
como vácuo ocupando
inibindo
aprisionando
esse direito
essa capacidade
essa vontade
que nos dá a liberdade de poder escrever
parecendo estar presente
e, tanto que temos para dizer.

São ideias sem palavras
sentimentos em profusão
pensamentos castrados
em danças sinfónicas
versos ausentes
de poética inspiração.

Apetece rasgar a mente
atirar olhares para o infinito
riscar sorrisos no nariz
ranger os dentes
amassar as teclas
em solventes comprimidos,

e tanta coisa para dizer...

joaquim vairinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário