Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

segunda-feira, 24 de junho de 2013






Rio Branco

A massa das cores de carne viva
que fluía das artérias para a avenida,
locomovia turbilhões em alvoroço,
levava palavras presas, outras
soltas em bocas armadas, meses
e anos sofridas por gentes,

(...aguardando novos desenvolvimentos...)

emilio casanova

© Joaquim Vairinhos 
(Ao abrigo direitos de Autor)

Nenhum comentário:

Postar um comentário