Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

segunda-feira, 20 de maio de 2013


"O bonde passa cheio de pernas
pernas brancas pretas amarelas.
Para quê tanta perna , meu Deus,
pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada. (...do poema de C.Drummond - Sete Faces )"




No matraquear de ruídos da cidade,
muros de multidões cobrem chão,
secam searas enterram sombras.
Correm pés movem joelhos ao milhão,
marcham pernas brancas pretas amarelas.
Atrasadas sem tempo, correm correm
na procura do regresso a casa.
Fingem sorrisos meu Deus
como tocando instrumentos de alegria.
Meus olhos cobertos de cidade
passando pelo dia, não perguntam nada
buscam serenidade.

Joaquim Vairinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário