Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012



agora terminado o encontro
das essências
iluminadas por pirilampos feéricos
embrulhadas em pacotinhos
numa curtíssima viagem interior

regressas bem nutrido
calórico silencioso
numa paz que te fez bem
disposto a esquecer
nesta semana que vem
até o ano acabar
as chatices que hão-de voltar

queres encarar o 13 com coragem
por isso te guardas te remetes
a reflexões que só esquecerás
quando as badaladas te
empurrarem para o tradicional
abraço : feliz ano novo...

assim será na paz do palácio
onde se fabricam as mensagens
a azáfama é grande
comem-se as últimas rabanadas
bebem-se taças de rubro tinto
as calças bem vincadas
circulam entre corredores
na busca das palavras
que serão ditas aos tele espectadores :
é preciso dizer que o 13
será o principio do fim
que o pão será multiplicado
o azeite não será importado
que o vinho não azedará
que enfim conseguimos

alegrem-se os que têm fome
sorriam os que têm dívidas
abracem-se todos como irmãos
banqueiros operários polícias
ladrões pobres e ricos
porque do palácio veio a voz :
conseguimos.

joaquim vairinhos, in "Tanta coisa para dizer"

Nenhum comentário:

Postar um comentário