Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

terça-feira, 18 de setembro de 2012




Hoje ouvi as palavras novas, muitas
acabadas de estrear,
ecoavam de garganta em garganta,
umas roucas, outras diretas,
cruzaram jardins, avenidas, ruas e
praças como pririlampos no ar,
iam e vinham como setas
livres com a liberdade desesperada,
da esperança. Saímos à rua. Todos
estavam presentes. Foi festa de cidadania
sem alegria, mas com a palavra solta.
Conseguida. Amanhã seremos outros.

Joaquim Vairinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário