Um Sítio...Joaquim Vairinhos

Um Sítio...Joaquim Vairinhos
Poesia e Prosa

terça-feira, 25 de setembro de 2012


estou naqueles dias que me sinto
blackout 
colado na janela do quarto
escurecido
opaco
sonolento das coisas vivas

de sombra ocasional
quero fugir
libertar a luz aos gritos

que me quer iluminar
na vontade de me permitir
erguer

avanço em olhos infinitos
buscando as armas da diferença
que guardam as presenças
bem queridas
bailando nas cristas das cortinas
endurecidas

caminho
sem me mexer
as ondas andam por mim
minha mente navega
nas dobras traiçoeiras da ilusão
que me querem perder

do tempo sem tempo
nada tenho a esperar
ele conspira em movimento
mecânico
me engole me tritura
me despoja
do sentimento que ouso guardar...

simples
só quero amar

emílio casanova, in "Só & Cia"

Nenhum comentário:

Postar um comentário